Inteligência se aprende e não é determinada pela genética; Todo ser humano é capaz de aprender e ter consciência da própria aprendizagem; A escola promove o desenvolvimento do raciocínio e estimula o pensamento criativo; A escola incentiva a construção de autonomia intelectual e moral, inseparáveis e necessárias para construir uma ética para a vida; As pessoas constroem conhecimento na interação com o mundo; O acesso às tecnologias contemporâneas é um direito e uma condição para a vida no século 21; Aprender é estabelecer relações entre saberes; O conhecimento se constitui em grupo, na discussão e na crítica; O respeito pelos outros, a empatia, a solidariedade e a aceitação das diferenças são valores fundamentais para a vida em sociedade; Todas as pessoas têm o direito de viver bem e são responsáveis pela vida no planeta.
Diferenciais

Espaço Físico

Na Escola Parque, os ambientes são integrados à natureza. Na Gávea, a Unidade 355 conta com um espaço de 10.600m², localizado dentro de um bosque, em meio à Mata Atlântica, e os alunos passam por uma trilha e um rio para chegar às salas. O 483 possui 9.999 m2. A unidade Barra Infantil foi construída em um espaço de 6.400 m2, em meio ao ecossistema de restinga da região, assim como a Unidade Barra Itaúna, com 9 mil m2.

Todas as unidades possuem bibliotecas organizadas para a faixa etária das crianças que a frequentam, laboratórios a partir do Ensino Fundamental, Espaço Maker e quadras esportivas cobertas, além de hortas.

Na Educação Infantil, as duas unidades foram preparadas especialmente para crianças pequenas. A Proposta Pedagógica garante a interação entre as crianças e a natureza, em espaços abertos, possibilitando desafios corporais adequados ao desenvolvimento motor e à ampliação do repertório de brincadeiras, e provocando novas descobertas. Nos espaços abertos, as crianças correm, sobem, descem, saltam, experimentam o equilíbrio e o desequilíbrio. Os pátios são organizados com diferentes conceitos e objetivos, tais como: superar obstáculos, coordenar movimentos variados, respeitar regras; trabalhar em conjunto, fazer construções tridimensionais; exercitar a imaginação e a simbolização; ampliar o contato com elementos da natureza e experimentar desafios motores variados, como: subir e descer rampas, atravessar túneis, subir escadas, descer e escorregar.

O brincar é fundamental para o desenvolvimento de crianças pequenas. Quando brincam , elas representam papeis, imitam, comunicam-se, desenvolvem a atenção e a imaginação, vivenciando os sentimentos e os desejos, e compreendendo a realidade dentro da cultura em que vivem.

A importância do espaço físico na Educação Infantil


Criança é Natureza

Leia o artigo de Patricia Lins e Silva


Compartilhar

Facebook